Resenha | A Coroa da Vingança (Deuses do Egito #3)



Meses após sua pacata vida como herdeira milionária sofrer uma reviravolta e ela embarcar numa vertiginosa jornada pelo Egito, Lilliana Young está praticamente de volta à estaca zero.
Suas lembranças das aventuras egípcias e, especialmente, de Amon, o príncipe do sol, foram apagadas, e só resta a Lily atribuir os vestígios de estranhos acontecimentos a um sonho exótico. A não ser por um detalhe: duas estranhas vozes em sua mente, que pertencem a uma leoa e uma fada, a convencem de que ela não é mais a mesma e que seu corpo está se preparando para se transformar em outro ser.
Enquanto tenta dar sentido a tudo isso, Lily descobre que as forças do mal almejam destruir muito mais que sua sanidade mental – o que está em jogo é o futuro da humanidade.Seth, o obscuro deus do caos, está prestes a se libertar da prisão onde se encontra confinado há milhares de anos, decidido a destruir o mundo e todos os deuses. Para enfrentá-lo de uma vez por todas, Lily se une a Amon e seus dois irmãos nesta terceira e última aventura da série Deuses do Egito.

Título A Coroa da Vingança | Série Deuses do Egito #3 | Autor (a) Colleen Houck
Editora Arqueiro (Livro cedido pela editora) | Páginas 416 | Ano 2018
Adicione Skoob
Compre Oferta Amazon

O que você faria se de repente toda sua vida, do nada, virasse de ponta cabeça? E se você se tornasse parte importante, se não necessária, para a salvação de tudo aquilo que conhece, da sua vida, da sua família, da humanidade? Além de ter que lutar contra algo, que até então era sinônimo de descrença, realizando tudo isso ao lado de três príncipes do Egito, irmãos que reencarnam de tempos em tempos para proporcionar a proteção de todo o cosmo contra aquele que desfaz, o temido deus Seth. Parece impossível, não é mesmo? Não para Lilliana Young e consequentemente para Colleen Houck, a mente genial por trás de todo esse universo.

Neste terceiro volume da série "Deuses do Egito", acompanhamos Lily na última parte de sua jornada pela salvação de todo o cosmo. Após os acontecimentos presentes nos dois primeiros livros da trilogia - lembra do "O quê você faria?" no início da resenha? Então... -, Lily encontra-se sem memória, sem nenhuma lembrança de todo o ocorrido e principalmente da existência de Amon e dos seus dois irmãos, Ahmose e Asten, porém ela sabe, sente em seu íntimo, que um grande mal está a espreita, maquinando muito bem suas estratégias para destruir o mundo e seus irmãos, os deuses do Egito. Somente com as vagas lembranças que lhe restam, mais semelhantes a sonhos, ela lutará ao lado de figuras bem conhecidas da cultura egípcia para impedir que Seth, o deus da destruição, vença esse jogo dos deuses e ainda conseguir recuperar suas lembranças, incluindo seu amor por Amon, tudo isso trilhando um caminho sinuoso e que exigirá vários sacrifícios.

Pensou em obras que oferecem histórias com aventuras místicas, que se aprofundam em outras culturas, que chegam para trazer algo singular e diferente para seus leitores, com a dose certa de romance, suspense e comédia, pensou nas de Colleen Houck, autora da também sensacional série "A Maldição do Tigre" - já deixo bem frisado a necessidade de você mergulhar também nesse mundo.

A magia presente nessa série é um dos fatores que a destaca. Colleen não economiza na criatividade e nem em trazer algo diferente em suas histórias, principalmente quando suas aventuras trazem um conteúdo de qualidade. No caso de "Deuses do Egito", assim como em sua primeira série, há uma cultura, que em mim, gera grande fascínio. O Egito aqui, é trabalhado de forma tão excepcional e que é normal você se sentir presente, vivenciando todos os acontecimentos ao lado dos personagens, e que personagens, todos bem desenvolvidos e extremamente marcantes! Como não sentir afeição por eles?

É inevitável se apaixonar por essa história! Colleen mexe com nossos sentimentos. Através de um escrita gostosa, envolvente, e em minha opinião até com algumas semelhanças com a série "A Maldição do Tigre", é fácil fugir da realidade e se aventurar por deliciosas horas a fio. Esse foi, sem dúvidas, um fechamento a altura para uma série grandiosa!

Os raios de sol percorreram o meu rosto, secando instantaneamente as lágrimas e deixando um brilho que pulsava. Eu tinha achado que a luz da estrela reluzente e da lua luminosa eram lindas, mas não eram nada comparadas com o poder do Sol. Absorvi seu calor, me banhei nele. Era como uma abelha presa num favo transbordando de mel. Realização, propósito, destino, doçura e verão estavam todos ali, juntos, naquele abraço. Se eu pudesse escolher ficar naquele local para sempre, até mesmo morrer ali, teria feito isso. Lentamente a luz se afastou e eu gemi. - Por favor, não me deixe. O sol enroscou os dedos no meu cabelo. Um formigamento quente cobriu meu couro cabeludo. A silhueta de um homem apareceu brevemente no centro do Sol, mas a luz era forte demais para que eu visse seu rosto. - Nunca deixei. Disse uma voz masculina cap


COLLEEN HOUCK é antes de tudo uma leitora. Ela adora ação, aventura, ficção científica e romance, e seus livros favoritos incluem um pouco de cada um. Depois de obter um grau de associado da faculdade de Rick e transferir para a Universidade do Arizona, ela abandonou a escola para ir para a missão da igreja onde ela conheceu o marido. Colleen tem vivido no Arizona, Idaho, Utah, Califórnia e Carolina do Norte e agora está definitivamente resolvida em Salem, Oregon, com seu marido e seu gigante tigre branco de pelúcia.

| OUTRAS RESENHAS |

4 comentários:

  1. Confesso que eu fiquei tão decepcionada com a saga da Maldição do Tigre, que passei a evitar os textos da Houck. Eu estudei a cultura indiana e, atualmente, estudo a cultura egípcia (e as línguas das duas, pois é). E a trama dela, na Maldição do Tigre, não prestigiou tão bem e meu maior temor é encontrar o mesmo aqui.

    Eu achei sua resenha bem legal e didática, porém, não seeei. Tô pensando. Haha

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa saga mais gostei do tema, é bem o meu genero de livro adoro fantasia confesso, deve ser uma loucura acorda um dia e ver que você aquela pessoa que acreditava ser parabéns pela resenha. Sucesso

    ResponderExcluir
  3. Não li essa série ainda, acho as capas lindas e a história parece ser bastante envolvente. Parabéns pela resenha. Adoro a mitologia egípcia.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu também amei a forma como a autora finalizou a série. Eu sou um pouco suspeita em falar porque a Colleen é uma das minhas autoras favoritas. Não vejo a hora de ela lançar mais um livro e saber qual cultura ela vai explorar.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir