RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


17 de ago de 2017

Resenha | A Casa do Lago

Carolina Guerra 12💬
A casa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre.
Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros.
A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir.
Em A Casa do Lago, Kate Morton guia o leitor pelos meandros da memória e da dissimulação, não o deixando entrever nem por um momento o desenlace desta história encantadora e melancólica.
Título A Casa do Lago | Autor (a) Kate Morton
Editora Arqueiro (Livro cedido pela editora) | Páginas 457 | Ano 2017 | Classificação 3/5
Adicione Skoob | Compre Oferta Amazon



Quem acompanha minhas resenhas sabe que sou uma amante de livros de romance. Porém, dessa vez decidi me aventurar em um drama/policial e compartilhar qual foi minha decepção ao lê-lo. Me senti um pouco culpada depois de ouvir/ler várias pessoas dizendo coisas positivas a respeito do livro. Culpada achando que o livro era realmente bom e eu que não soube "lê-lo" direito, o que pode soar um pouco estranho.


O livro, que alterna-se entre os anos de 1932/1933 e 2003, conta a história da família Edevane que em uma noite festiva teve o mais novo dos filhos, o bebê Theo, nas primeiras páginas dos jornais por ter desaparecido. Tal sumiço não foi resolvido e com o caso arquivado, em 2003, a detetive Sadie se depara de forma acidental com o caso e reinicia as investigações.


As personagens são bem construídas e é possível acompanhar a versão de cada um ao decorrer da história. O excesso de detalhes, ao mesmo tempo em que contribui para o desenvolvimento de uma história complexa, cheia de mistérios, também tornou-a uma história arrastada, que não prende o leitor até o fim. Tudo é contado nos mínimos detalhes e nos faz bocejar ao ler tantas minúcias.


Acredito que muitos amarão esta história, mas muitos, como eu, também não vão gostar, então vale a pena conferir para saber de que lado você está!

KATE MORTON, a mais velha de três irmãs, cres­ceu nas mon­ta­nhas do Sudo­este de Que­ens­land, na Aus­trá­lia. Depois de con­cluir o ensino secun­dá­rio licenciou-​se em Artes Dra­má­ti­cas em Lon­dres, no Reino Unido. Se até então achava que o seu futuro seria no tea­tro, rapi­da­mente des­co­briu que a sua pai­xão eram as pala­vras. Mais recen­te­mente licenciou-​se em Lite­ra­tura Inglesa. Kate vive actu­al­mente com o marido, Davin, e os seus dois filhos em Bris­baine, num pala­cete do século dezenove repleto de mistérios. A Casa das Lembranças Perdidas é o seu primeiro romance.
| DIAGRAMAÇÃO |
Páginas amarelas | Fonte média | Erros nenhum

12 comentários:

  1. Adorei sua sinceridade, mas gostei mais ainda que você colocou que pode ser que uns gostem outros não. Eu amei essa capa e gostaria de ler, parece uma história interessante, mas também não gosto de livros detalhados demais

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu estava querendo ler esse livro, mas além de você, vi outras pessoas comentando que o livro é meio lento e de narrativa arrastada em algumas partes... Acho que vou deixar para ler mais para frente... Gostei da sua resenha!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela sinceridade, é assim mesmo, ninguém é obrigado a gostar de nada e você foi certa em dizer o que cê acha da sua experiência literária. Confesso que ainda assim estou com muita vontade de ler esse livro, porque gosto desse tipo de leitura e de descrições.

    Bela resenha!

    ResponderExcluir
  4. Oi Carolina.

    Gostei da sua resenha. Ainda mais porque eu estou com muita vontade de ler esse livro, mas não tive a chance. Mesmo sabendo que é uma história detalhista e acaba arrastando um pouco eu vou arriscar por causa do mistério. Parabéns pela sinceridade.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olha, eu jurava que esse livro era um romance de época pela capa!
    Se eu não lesse sua resenha, jamais saberia que se trata de policial!
    Uma pena a leitura ser arrastada para você, mas realmente, excesso de detalhes, matam a gente....
    Gostei de conhecer mais sobre a obra através de sua resenha.

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiee
    Gostei de suas impressões. Realmente tenho visto resenhas com comentários diversos. Uns gostam e outros nao.
    Porém, sua resenha me fez ficar indecisa. Acho que vou pesquisar mais e descobrir outras opiniões.
    Ótimas considerações.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Antes de mais nada quero dizer que acho essa capa linda e por ela pensei que fosse um livro de romance de época.
    Mas já li algumas resenhas e todas falam que as expectativas não foram supridas. Uma pena né!? Pretendo ler, mas só qnd o mesmo baixar de preço, ainda está muito caro. Parabéns pela leitura e sucesso nas próximas escolhas.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Que pena que o livro não lhe agradou tanto assim... Eu confesso que fiquei apaixonada pela capa, portanto, já considero a possibilidade de ler. Espero gostar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Carolina, também sou uma apaixonada por romances, mas ao me aventurar por romance policial e drama policial gostei demais, parece não ter sido seu caso com este livro que não li, mas já vi muitas publicações positivas sobre ele. Penso que não gostarei desse livro, pois detalhes excessivos me cansam.
    Amei a sua sinceridade, isso é para os corajosos, parabéns! Afinal cada pessoa tem opinião própria e manifesta-la é uma grande contribuição e fica a critério de cada um aceitar ou não ou refletir sobre o que foi escrito.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Taí um livro que vou ler assim que as coisas se acalmarem por aqui, porque quero conhecer Kate Morton que é muito elogiada. Fiquei bem surpresa com sua avaliação, no entanto estou disposta a conferir como ficaram essas descrições minusciosas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oiee Carolina ^^
    Eu também fico me sentindo estranha quando todo mundo gosta e venera um livro, e eu vou lá e falo que não gostei. Estou bastante curiosa para ler este livro, mas vi muita gente dizendo que é uma obra que você lê aos poucos, ou corre o risco de cansar. Esse é o meu medo...haha' não gosto de ler devagar, sou uma leitora que devora...kkkk'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir

BOOK LAUNCH
Lançamentos mensais!
Fique por dentro dos lançamentos das editoras parceiras.
Resenhas
da Ordem!
Confira o veredito dos livros das melhores editoras do Brasil.
NEWS
Confira as última notícias sobre tudo.
Hoje é dia de...
Vem descobrir!
Confira nossa breve opnião sobre as mais variadas coisas!
Você
sabia?
Curiosidades que vão além do mundo literário!
Listas
Confira a nossa seleção de diversos conteúdos!

Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro