RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


15 de jun de 2017

Resenha | Um Conto às Avessas de a Bela e a Fera

Carolina Guerra 0💬
Bela é inteligente, engenhosa, inquieta e mais uma porção de coisas. Ela anseia escapar de seu modesto e provinciano vilarejo. Quer explorar o mundo, apesar de seu pai relutar em deixar sua casinha para o caso de a mãe de Bela retornar – mãe da qual ela mal se lembra. Um dia, os desejos da garota por novas aventuras acaba!m por se realizar – mas não da maneira que ela imaginava. Agora ela é cativa de uma terrível fera, dentro de um castelo enfeitiçado. Quando Bela toca a rosa encantada da Fera, intrigantes imagens inundam a mente da jovem – imagens da mãe que ela acreditava que nunca mais veria. Ainda mais estranho que isso, ela descobre que sua mãe é ninguém menos que a bela Feiticeira que amaldiçoou a Fera, seu castelo e todos os seus habitantes. Chocados e confusos, Bela e Fera devem se unir para desvendar um assombroso mistério sobre suas famílias. Um conto às avessas de A Bela e a Fera é uma saborosa e encantadora releitura, inaugurando uma série de livros para o público jovem adulto que reconta os clássicos Disney de um jeito jamais imaginado!
Título Um Conto às Avessas de a Bela e a Fera | Autor (a) Liz Braswell
Editora Novo Século (Livro cedido pela editora) | Páginas 320 | Ano 2017| Classificação 3/5
Adicione SkoobCompre Oferta Amazon



Mais uma vez venho aqui para dizer sobre uma adaptação de a Bela e a Fera, porém é uma versão mais sombria do que todas as outras e com um "antes" e "depois" que nunca ninguém teria imaginado, até agora.


O livro é dividido em três partes. Na primeira parte conferimos o "antes" de toda a história que já conhecemos. Maurice, ao procurar um lugar tranquilo para que pudesse trabalhar em suas invenções, acaba parando no reino onde a linda feiticeira Rosalind mora, aliás onde moram todos os tipos de criaturas mágicas, conhecidos como les chamantes, e acaba se apaixonando por ela.


O lugar onde era seguro para essas criaturas viverem começa a mudar, torna-se perigoso, pois elas estão desaparecendo sem deixar vestígios. Rosalind e Maurice, recém-casados e com uma bebê recém-nascida não veem outra escolha a não ser se mudarem do reino para se protegerem. Além de tudo, há uma febre no reino que acabou atingindo a família real, a qual não vê outra forma de se proteger e proteger seu reino a não ser pedindo a ajuda à grande e poderosa feiticeira Rosalind, a qual se nega a ajudar, já que quando os les chamantes precisaram de ajuda, a família real não se importou com o problema.


A febre acaba levando o rei e a rainha, contudo o pequeno príncipe sobrevive, e no dia de sua coroação Rosalind vai até o castelo disfarçada, para saber como o príncipe governaria seu reino, e diante da reação dele por causa da aparência dela, a feiticeira lhe lança uma maldição, transformando-o em uma Fera.

Na segunda parte é a história da Bela e a Fera como já conhecemos e na terceira vemos um final um tanto quanto diferente e sombrio. Há muitas mudanças na história original, porém Bela continua inteligente e esperta e será essencial para descobrir o que de fato aconteceu com sua mãe e também para ajudar a Fera a tentar quebrar a maldição, mesmo depois de ela ter tocado a rosa e concretizado a maldição antes do tempo. A Fera está mais assustadora e talvez menos encantadora, mas é evidente seu crescimento como ser humano, tanto é que ele abre mão de algo muito valioso em prol de ajudar todos do castelo.


Comecei a leitura muito empolgada, a edição é maravilhosa e o marcador de livros em forma de rosa? Ganhou meu coração! Entretanto conforme eu lia me via menos envolvida com a história, o livro é bom, uma visão totalmente diferente de tudo que havia lido e muito criativa, porém não me conquistou. O final deixou um gostinho de quero mais, pois me deixou pensando se haverá uma continuação (espero que sim!!!).

ELIZABETH J. BRASWELL (conhecida como Liz Braswell) nasceu em Birmingham, na Inglaterra. É autora de YA books e assina seus livros com dois nomes: Celia Thomson e Tracy Linn. Ela é formada em Egiptologia e trabalhou por muitos anos com produção de games antes de dedicar-se totalmente aos romances.
| DIAGRAMAÇÃO |
Páginas amarelas | Fonte média | Erros nenhum

0 comentários:

Postar um comentário


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro