RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


21 de jun de 2017

Resenha | Star Wars: Darth Bane - Caminho de Destruição

Carine Ferreira 10💬
Fugindo das forças vingativas da República, Dessel, um minerador, se junta ao exército Sith e é enviado para lutar na sangrenta guerra contra a República e seus defensores Jedi. Uma vez lá, a brutalidade, a astúcia e o excepcional comando da Força rapidamente o transformam em um guerreiro reconhecido. Mas aos olhos vigilantes de seus mestres, um destino muito maior o aguarda. Como um acólito na academia Sith, estudando os segredos e habilidades do lado sombrio, Dessel adota uma nova identidade: Bane. Mas o verdadeiro teste ainda está por vir. Para ganhar aceitação na Irmandade da Escuridão, ele deve desafiar as mais sagradas tradições e rejeitar tudo que lhe foi ensinado. Será uma prova de fogo na qual ele deve se render totalmente ao lado sombrio – e forjar das cinzas uma nova era de poder absoluto. Deve haver apenas dois; não mais, não menos. Um para encarnar o poder, outro para cobiçá-lo.
Título Star Wars: Darth Bane - Caminho de Destruição | Autor (a) Drew Karpyshyn
Editora Universo dos Livros (Livro cedido pela editora) | Selo Universo Geek
Páginas 352 | Ano 2017 | Classificação 5/5
Adicione Skoob | Compre Oferta Amazon



Darth Bane é um personagem que sempre me intrigou, afinal, foi ele o responsável pela tão conhecida regra de dois dos Lordes Sombrios: “Pode haver apenas dois, não mais, não menos. Um para encarnar o poder, outro para cobiçá-lo.”, e também por reinventar a Ordem dos Sith, trazendo-a novamente à sua glória.


O personagem, originalmente criado pelo próprio George Lucas, ganha uma excelente caracterização pelas mãos de Drew Karpyshyn, em uma trilogia que chegará para nós, fãs lunáticos, pela editora Universo dos Livros.

Em “Caminho de Destruição” conhecemos a história de Dessel, de sua infância abusiva com seu pai, que sempre o culpou pela morte de sua mãe, até o trabalho árduo nas minas do planeta Apatros. Por lidar desde criança com problemas ocasionados pela relação problemática com o pai, que sempre o insultava e menosprezava chamando-o de “Bane”, Dessel sempre cultivou grande ódio e raiva dentro de si, fatores determinantes para que fosse descoberto pela Irmandade da Escuridão, grupo de Senhores Sith, que buscavam em união, derrotar os Jedi e controlar a Velha República.

Acreditando desde sempre estar destinado a grandes coisas, Dessel ingressa no caminho do Lado Sombrio, tornando-se um Lorde Sith e fazendo jus ao seu novo nome: Bane, que significa tudo de rancoroso e maldoso. Procurando ser cada vez mais poderoso, ele acaba descobrindo a verdadeira essência do lado sombrio da força, até então esquecida e colocada de lado pela Irmandade da Escuridão. Tomando para si o título de Darth, ele buscará destruir toda a Irmandade para reinventar por sua vez a Ordem Sith e trazer de volta a verdadeira glória aos Lordes Sombrios.


Para mim, essa trilogia tinha tudo para ser parte do Cânone, ser parte oficial desse universo – lembrando que a trilogia faz parte do arco Legends. Drew Karpyshyn é incrível com o desenvolvimento dos personagens e da história! 

Acompanhar todo o amadurecimento de Bane, seu treinamento, os obstáculos superados ao longo do caminho, é algo muito fascinante. É toda a trajetória desse anti-herói, os eventos, os personagens, a visão da história pelo lado Sith e a facilidade e familiaridade por parte de Karpyshyn de lidar com esse universo, que mantém o interesse do leitor a cada virar de página.


Caminho de Destruição” traz um excelente observar dos Sith. É o outro lado da moeda incrivelmente bom de conferir e se afeiçoar pelo vilão, queridos leitores, é inevitável!

DREW KARPYSHYN é autor de fantasia e ficção científica, roteirista e designer premiado da desenvolvedora de videogames Bioware, na qual foi roteirista-chefe do popular jogo Star Wars: Knights of the Old Republic. Ele mora no interior do Canadá com sua adorável esposa, Jen, e seu gato.
| DIAGRAMAÇÃO |
Páginas amarelas | Fonte média | Erros nenhum 

10 comentários:

  1. O livro parece ser excelente já começando pela capa que chama muito a atenção do leitor. Star Wars é um livro com muitas emoções que prende o leitor, quem é fã não pode deixar de ler esse livro, os personagens são incríveis, gostei muito da escrita, um livro pra não deixar de ler, abraços.

    ResponderExcluir
  2. E é mesmo viu, bom, sou suspeita de falar, pois sou fanática pelo universo! Rsrs ❤

    ResponderExcluir
  3. Hey!!

    Star wars é tão amorzinho <3 Sou super fã de tudo que fala desse universo maravilhoso, ainda estou adquirindo os livro (porque são muitos e de várias formas), mas adorei a resenha e pretendo ler em breve.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Não sou fã dessa saga mas não seria maluca de não reconhecer a sua grandiosidade...a capa do livro foi muito bem feita acredito que os fãs devam ter amado os livros tanto quanto os filmes...sucesso bjs

    ResponderExcluir
  5. Sou mega fã da saga star wars, então sou super suspeita para falar! Atualmente estou sem tempo para ler, essa será minha próxima aquisição com toda certeza!

    Beijos,

    Ester.

    www.femininaemuitovaidosa.com

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bom?
    Chega ser vergonhoso, mas eu nunca li Star Wars, para ser sincera não sei porque, pois sempre fui interessada nessa série, e ouço diversas críticas positivas a respeito dela, esse livro parece ser maravilhoso e a capa ficou linda.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Não conheço muito bem esse universo de Star Wars, nem o universo literário, nem o que foi adaptado para os cinemas, então confesso que me senti perdida em alguns pontos da resenha. Mesmo assim, fiquei bem interessada no livro, pois parece que abre a mente de um personagem que não foi muito explorado nas suas questões sociais nos livros anteriores. Com certeza, parece ser uma excelente obra e tentarei ler em breve!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. nao conheço esse negocio de star.. mais ja ouvi falar nao sabia que existia o livro nao sou muito leresse genero mais a resnha fico bacana
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem? Que capa mais incrível. Confesso que ainda não li nenhum livros da saga mas já assisti os filmes e gosto demais do enredo. É sempre bom acompanhar os dois e perceber semelhanças e diferenças não é mesmo? Gostei da indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro