RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


24 de mar de 2017

Resenha | Simplesmente o Paraíso

Carolina Guerra 6💬
Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.
Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado. Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família. Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente.
Título Simplesmente o Paraíso - Vol.1 | Série Quarteto Smythe-Smith | Autor (a) Julia Quinn 
Editora Arqueiro (Livro cedido pela editora) | Páginas 272 | Ano 2017 | Classificação 3/5 Adicione Skoob Compre Oferta Amazon



Simplesmente o Paraíso é o primeiro de quatro livros da série Smithe-Smith. Confesso que já havia lido outro livro da autora e ela não havia atingido minhas expectativas, mas ao receber este livro tentei não criar expectativas apesar do alvoroço sobre a série.


Na família de Honoria Smithe-Smith já é tradição as moças, antes de se casarem, formarem um quarteto e se apresentarem uma vez ao ano, conforme se casam são substituídas por outras moças da família. Além dos pré-requisitos de pertencerem a mesma família e de serem solteiras, parece que a falta de talento também deve estar presente. Como uma boa Smithe-Smith, Honoria, violinista, não escapou do quarteto nem da falta de talento. Ela é a caçula de seus irmãos, todos casados, exceto por Daniel que por um "acidente" precisou fugir do país. Desde esse dia a vida de Honoria não foi mais a mesma, pois ele era o irmão a que ela era mais apegada, sua vida tornou-se um tanto quanto solitária.

Quando Daniel foi obrigado a deixar o país, deixou uma incumbência ao seu melhor amigo, Marcus Holroyd, uma tarefa que parecia simples no início mas um tanto quanto perigosa: cuidar de Honoria e  não deixar que ela se casasse com alguém que Daniel julgasse inadequado. Marcus cumpriu a promessa feita ao amigo, espantando na surdina os possíveis pretendentes de Honoria, até que o destino os colocam em uma situação de vida ou morte e eles ficam mais próximos do que jamais estiveram. Qual será a reação de Daniel quando descobrir que o amigo, o qual era o responsável por manter os pretendentes de sua irmã afastados, torna-se um dos pretendentes?


Jula Quinn conseguiu nos agraciar com uma história leve, divertida e com a dose certa de romance, porém não foi uma leitura que tenha me prendido, uma história que eu ansiasse pelo fim, terminei de ler o livro um tanto quanto obrigada. Não me entendam mal a história em si é boa mas para mim faltou um algo a mais que me fizesse ansiar pelo fim. Penso que a relação de Honoria com as amigas e familiares poderia ter sido aprofundada. Senti falta de alguns personagens no decorrer da história. Marcus... impossível não gostar dele, um homem fechado a primeira vista mas com as pessoas próximas é um rapaz com bom humor, carinhoso e atencioso. 


A história é boa mas não chegou a tornar-se uma das minhas preferidas, mas estou ansiosa para a leitura dos próximos volumes da série e me deixar ser surpreendida por essa autora que possui milhares de fãs em todo o mundo.

6 comentários:

  1. Tinham recomendado o livro. Agora já não sei se perco tempo a ler... Obrigada pela resenha, talvez me tenha salvo de um livro que me poderia desiludir... Apesar disso ainda estou curiosa!

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem. ?
    SO vejo recomendações ótimas sobre o livro desta escritora .
    Eu não sou muito de ler romance de época , então acho que não me adptaria muito a este livro .

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Eu adoro os livros da Julia Quinn.
    Esse mês ela esteve perto de onde eu moro, em Nova Iguaçu.
    Mas infelizmente nao deu para eu ir.
    Ainda nao li esse livro e gostei muito da sua resenha.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  4. Oi,

    Eu tenho a série dos Brigertons mais ainda não li.
    Fiquei apaixonada pelo box dessa série.
    Gostei da sua sinceridade na resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi Carine.

    Eu gostei bastante da sua resenha, pois mostrou que história parece ser boa. Eu estou com vontade de comprar os livros pois o box é maravilhoso e lendo sua opinião, tudo indica que vou gosta da série. Dica anotada.

    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi.

    Essa é uma das minhas leituras do momento. Não consegui resistir e já estou lendo o livro. Estou tentando enrolar para terminar o último dos livros da série Os Bridgertons, e resolvi começar essa outra série antes de terminar a outra da Julia Quinn.

    ResponderExcluir


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro