RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


16 de dez de 2016

Resenha | Caçadora de Estrelas

Carolina Guerra 1 💬
Título Caçadora de Estrelas
Autor (a)  Raiza Varella
Páginas 544
Ano 2016
Classificação 5/5
(COMPRE EM OFERTA)
Após flagrar o seu atual namorado com outro cara - não, você não leu errado - e constatar que o safado tinha um gosto para homens até melhor do que o seu, Eva se arrepende por ter abandonado a família, o gato, o emprego, os amigos e até e o país para segui-lo e decide que é hora de voltar para a casa, com o rabo entre as pernas, um mau humor feroz e sem um tostão no bolso. Mas ao contrário do que imaginou não é recebida com faixas e balões, muito menos com boas-vindas e sim com mais e mais azar - como se não bastasse todas as vezes em que foi traída, abandonada pelo circo ou roubada por alguma estrela errada -, seu irmão acabou com seu carro novo, seu pai se casou, ela ganhou duas quase irmãs indesejadas, seu melhor amigo roubou seu gato e ainda de quebra arrumou uma namorada.
Embora a vida em casa não esteja como deixou, Eva é obrigada a seguir em frente e lidar com a situação como uma mulher adulta. O que em seu dicionário quer dizer se embebedar, distribuir socos e grosserias a quem quer que esteja ao seu alcance e recuperar seu gato - a qualquer custo -, nem que para isso precise roubá-lo de volta.
O que desconhece é que o destino iria lhe preparar uma surpresa, lhe oferecendo algo que não poderia ter, um amor proibido. Será ela corajosa o suficiente para lidar com mais um coração partido, mesmo que seja pela estrela mais brilhante do céu?
●●●

o é segredo para ninguém que amo romances, de preferência os com finais felizes, os que me fazem sorrir durante a leitura, aqueles que me fazem mergulhar na história e viver nela por algumas horas esquecendo os problemas da vida diária (que não são poucos!). Porém, este ano me aventurei em romances um pouco diferentes, que fazem sorrir mas também chorar - chorar muito! E olha que nunca fui de me emocionar fácil com livros e filmes - o primeiro neste estilo foi o livro "Como eu era antes de você" da Jojo  Moyes e o último foi "Caçadora de Estrelas" da autora Raiza Varella.

Raiza Varella é uma autora nacional que conquista a cada dia um número maior de fãs por sua escrita e livros envolventes e encantadores. (Para quem não conhece seus outros livros confira as resenhas de O Garoto dos Olhos Azuis e O Garoto que tinha Asas). Não preciso dizer que sou apaixonada pelos livros dessa autora, porém ela me ganhou completamente com esse novo livro, tornando-se uma das minhas autoras nacionais preferidas, junto com Carina Rissi.

A maioria das mulheres sonha com seu príncipe encantado, a metade da sua laranja, sua alma gêmea, e Eva Marinho não é diferente. Mas como nem todas as mulheres não tem sorte nesse departamento, possuindo um dedo podre, se envolvendo apenas com caras errados (errados para elas, pois pode ser o certo para alguém), Eva também possui este pequeno "defeito".

Desde pequena, após um história contada por sua mãe, Eva empenhou-se em encontrar sua estrela, aquele que estaria sempre ao seu lado, que seria o grande amor da sua vida. Contudo, ela sempre procurou nos lugares errados, sem se dar conta que o que procurava estava bem debaixo de seu nariz: Gabriel, seu melhor amigo desde sempre. Gabriel Venturini é o melhor amigo que uma pessoa pode ter, ele está sempre do lado de Eva, é com ele que ela pode contar em todos os momentos, é para ele que ela corre sempre que seu coração está em pedaços por mais uma desilusão amorosa e ele é o responsável por remendá-lo e o mais importante é apaixonado por Eva desde que a conheceu, quando ainda eram crianças.

Esta história não é mais um chick-lit em que tudo dá certo, é mais parecido com a vida real, onde nem tudo é justo. Se você estiver disposto a ler este livro saiba que você vai chorar, vai chorar muito, vai precisar de muitos lenços de papel, mas também terá valiosas lições que te farão pensar a respeito da forma como está levando a vida e na sua relação com as pessoas que estão próximas a você. Uma história de amor fascinante, envolvente e emocionante.

"Por muito tempo eu não me dei conta de que a nossa estrela particular não pode ser realmente nossa, não pode estar ao nosso lado, nem podemos segurá-las nas mãos. Ela deve ser amada a distância e pertencer ao céu, que é o seu lugar."
“Nunca planejei que um dia eu perderia você. Em outra vida, eu seria sua garota, manteríamos todas as nossas promessas, seríamos nós contra o mundo. Em outra vida eu faria você ficar para não ter que dizer que você foi aquele que foi embora” (The One That Got Away – Katy Perry)

1 comentários:


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro