RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


7 de nov de 2016

Resenha | Pequena Londres

Carolina Guerra 0💬
Título Pequena Londres
Autor (a)  Maria Angélica Constantino
Editora Novo Século
Páginas 384
Ano 2016
Classificação 2,5/5
(COMPRE EM OFERTA)
(CONTEÚDO ESPECIAL)

"Pequena Londres tem tudo para agradar a leitores que apreciam uma delicada comédia romântica – impossível não gargalhar em determinadas cenas. No quesito timing para criar situações cômicas, Maria Angélica Constantino é insuperável. Mas agrada também aos que gostam de um drama para se debulhar em lágrimas. Há momentos de leveza e romantismo, graça e descobertas sutis – como é comum entre pessoas de culturas tão diversas –, mobilizando o público para esse amor quase palpável entre dois personagens de classes sociais extremas, com todas as suas possibilidades e surpresas. A autora tem o dom de envolver e transportar os leitores para esse universo paralelo, ficcional, em que torcemos pelos personagens, nos emocionamos, sofremos com eles. Parabenizo-a em especial pela sua capacidade de conseguir imprimir características tão fortes e pessoais à protagonista, encantando o inglês (e os leitores) de maneira indelével. Em síntese: uma história digna de integrar a melhor comédia romântica de Hollywood."
●●●

Juliana é uma garota comum que mora com sua tia Helena, em Londrina, e possui duas malucas, porém incríveis, amigas, Amanda e Liz. Juntas, costumam fazer viagens, e foi em uma dessas viagens que Juliana conheceu o maravilhoso inglês Tom, no Rio de Janeiro.


Tom, depois de esbarrar com Juliana em seu hotel, faz de tudo para se aproximar da moça, inclusive ajudar a cuidar de suas amigas que se metem em muitas confusões, e para se aproximar dela tem que ocultar o quão rico é, pois Juliana pensa, por influência da tia, que não pode se relacionar com uma pessoa com um padrão de vida tão diferente do seu.

Foi bonito de acompanhar a relação de Ju com sua tia, que tiveram que se unir para superar a tantas perdas e dificuldades, a relação de amizade que ela possui com Amanda e Liz, porém a relação de Ju e Tom não me conquistou, não me prendeu. O que  foi uma pena, pois eu estava muito esperançosa em relação a esse livro. Enquanto lia tinha a sensação de estar lendo 50 Tons de Cinza sem todo aquele pornô, mas foi impossível não associar Tom a Christian Grey (rico, lindo, ciumento, que compra tudo e faz de tudo para ver sua amada feliz) e Juliana à Anastasia Steele (a mocinha bonita mas que não se dá conta de sua beleza, que é desejada por todos, tímida, trabalhadora).


Apesar de toda a desilusão que tive a respeito do romance, o final, apesar de forçado, me surpreendeu e pelo que parece teremos um segundo livro a caminho. Não vejo a hora de dar continuidade e uma segunda chance a esse casal.

0 comentários:

Postar um comentário

BOOK LAUNCH
Lançamentos mensais!
Fique por dentro dos lançamentos das editoras parceiras.
Resenhas
da Ordem!
Confira o veredito dos livros das melhores editoras do Brasil.
NEWS
Confira as última notícias sobre tudo.
Hoje é dia de...
Vem descobrir!
Confira nossa breve opnião sobre as mais variadas coisas!
Você
sabia?
Curiosidades que vão além do mundo literário!
Listas
Confira a nossa seleção de diversos conteúdos!

Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro