RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


29 de ago de 2016

Resenha | Sweet Tooth – Depois do Apocalipse: Saindo da mata

Hoje é dia de livro 0💬
Título Sweet Tooth – Depois do Apocalipse: Saindo da mata
Autor (a) Jeff Lemire
Editora Panini Comics
Páginas 132
Ano 2012
Classificação 5/5
(COMPRE EM OFERTA)
(CONTEÚDO ESPECIAL)

Há uma década, o Flagelo assolou a humanidade como um incêndio descontrolado em uma floresta seca e matou bilhões. As únicas crianças nascidas após o evento são híbridas, uma nova espécie que mescla características humanas e animais, e é perseguida. Gus é uma dessas crianças ameaçadas, um menino com uma alma dócil, uma queda por doces e traços de cervo.
Mas garotos como ele têm a cabeça a prêmio. Quando seu lar é atacado por caçadores inescrupulosos, um homem misterioso e violento aparece para lhe salvar. O nome dele é Jepperd e ele promete levar o jovem até a mítica Reserva, um paraíso para crianças híbridas.
Enquanto cruzam o terreno ameaçador que os separa de seu destino abençoado, ambos serão postos a prova. Mas quem será mais afetado? Jepperd corromperá a inocência do jovem híbrido ou a pureza de Gus amolecerá o bruto coração de Jepperd?
Jeff Lemire, autor indicado ao prêmio Eisner, apresenta uma ousada visão pós-apocalíptica sobre o destino da humanidade, o valor da inocência e a inesperada amizade que pode brotar mesmo nas situações mais adversas.
●●●

Sweet Tooth é uma minissérie criada em 2009 pelo quadrinista Jeff Lemire e possui o total de seis volumes publicados pela editora Panini no Brasil. Reunidas em cada uma dessas edições temos um conjunto de histórias, que anteriormente já haviam sido publicadas nos EUA. O encerramento da minissérie no Brasil aconteceu em 2014, com o lançamento de "Sweet Tooth – Depois do Apocalipse: Jogo Selvagem".


Nesse primeiro volume, Lemire apresenta um mundo pós-apocalíptico, causado pelo Flagelo, um tipo de epidemia e que segundo alguns cientistas da história, são crianças denominadas híbridas (metade humanas e metades animais), as grandes responsáveis por essa devastação.


Logo no início da história conhecemos o garoto híbrido Gus e seu pai, que juntos vivem em uma cabana no meio da floresta, praticamente isolados de tudo e de todos. Seu pai, que se tornara mais uma vítima da doença, antes de morrer sempre dizia ao filho que o mundo além da floresta era um inferno, com pessoas cruéis que só queriam fazer o mal. Assim, Gus, após a morte do pai, a única pessoa com que conviverá por toda vida, encarará sozinho os perigos que somente um mundo pós-apocalíptico é capaz de proporcionar. O garoto bico doce (tradução de Sweet Tooth) será testado por várias situações que o fará perder sua ingenuidade da pior forma possível.


"Sweet Tooth – Depois do Apocalipse: Saindo da mata" possui roteiro assinado por Jeff Lemire, assim como a ilustração. A graphic em si é diferente de tudo que conhecemos e mesmo que aborde um tema tão popular, consegue ser original e apresentar algo nunca visto antes. Lemire conduz o leitor por seus desenhos, que são apresentados com um traço agressivo e incomum, mas que acabam combinando perfeitamente com a história, por um universo fragilizado, nos prendendo do início ao fim e fazendo dessa, mais uma história indicada para todo leitor exigente, que aprecie uma obra de qualidade.

0 comentários:

Postar um comentário

BOOK LAUNCH
Lançamentos mensais!
Fique por dentro dos lançamentos das editoras parceiras.
Resenhas
da Ordem!
Confira o veredito dos livros das melhores editoras do Brasil.
NEWS
Confira as última notícias sobre tudo.
Hoje é dia de...
Vem descobrir!
Confira nossa breve opnião sobre as mais variadas coisas!
Você
sabia?
Curiosidades que vão além do mundo literário!
Listas
Confira a nossa seleção de diversos conteúdos!

Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro