RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


2 de ago de 2016

Resenha | Escola, os piores anos da minha vida

Hoje é dia de livro 0💬
Livro  Escola, os piores anos da minha vida
Autor (a)  Patterson, James / Tebbetts, Chris
Editora Arqueiro
Páginas 288
Ano 2013
Classificação 4/5
(COMPRE EM OFERTA)
(CONTEÚDOS ESPECIAIS)

Se você já chegou ao sexto ano ou está prestes a viver essa fase terrível da escola, esta história vai lhe mostrar como sobreviver. Além disso, você provavelmente vai morrer de rir! Se liga! Tenho uma baita história para contar!
Esta é a história completamente maluca sobre como eu, Rafa Khatchadorian, venci a batalha contra a diabólica professora conhecida como Mulher-Dragão, vendi minha alma ao valentão da escola por prestações de um dólar ao dia, enfrentei várias vezes um urso de verdade, fiquei meio a fim da garota mais popular da escola, entrei no ramo de venda de bebidas e acabei falindo, e sem-querer-querendo magoei todas as pessoas importantes para mim. Os piores dias da minha vida às vezes até que foram legais. E às vezes foram bem ruins. Mas quase sempre foram totalmente hilários!
●●●

Posso dizer que, “Escola, os piores anos da minha vida” já me conquistou pelo título, pois infelizmente partilho desse mesma convicção. Apesar da maioria sentir saudade dessa época, logo constatamos que Rafa, o personagem principal, nunca fará parte dela.

Esse aí sou eu, chegando à "prisão" - também conhecida como Escola Municipal de Hills Vilage.
Há pouco a se dizer sobre a obra, a não ser que ela é praticamente perfeita dentro de sua simples proposta, a diversão, porém é de se enaltecer a competência do autor em conseguir nos tocar profundamente com uma leitura tão despretensiosa.

A diagramação feita por Laura Park é sensacional, pois ela combina, complementa e por diversas vezes nos transmite mais informação que o próprio texto, pois Rafa adora desenhar, sendo assim, ele se expressa melhor dessa forma.


O fato de Rafa ser o narrador e quebrar a quarta parede conversando com o leitor nos coloca a par da condição mental estressante do garoto, nos fisgando cada vez mais, logo, “Escola, os piores anos da minha vida” pode não ser o melhor livro que li esse ano, porém um dos mais divertidos e honestos dentro de seus objetivos.

0 comentários:

Postar um comentário


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro