RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


12 de jan de 2016

Resenha | Fomos Instantes

Carolina Guerra 0💬
Livro  Fomos Instantes
Autor (a) Débora Macedo Afonso
Editora Chiado Editora
Páginas  103
Ano 2015
Classificação 3/5
(COMPRE EM OFERTA)
(CONTEÚDOS ESPECIAIS)

Vitória era aluna no Instituto Politécnico de Bragança e frequentava o seu último ano de licenciatura quando descobriu a magia do primeiro amor. Ela era responsável e determinada mas viu a sua vida virada do avesso ao apaixonar-se perdidamente por Guilherme, um jovem de pensamentos incertos e atitudes inconstantes. Apesar de terem personalidades diferentes acabaram por se completar.Desde a partilha de momentos únicos até à entrega total de sentimentos, saborearam a loucura e a intensidade de instantes irrepetíveis.Contudo, será que aquilo que os unia era forte o suficiente para enfrentar as surpresas da vida?
●●●

Débora Macedo Afonso nasceu em Bragança a 10 de Maio de 1993. Estuda Línguas para Relações Internacionais na sua cidade natal. Inspirada nas experiências acadêmicas e nas peripécias da vida dá por terminado a sua primeira obra. É uma jovem divertida que gosta de viajar e cozinhar, especialmente fazer Cupcakes.

"Fomos Instantes" é a primeira obra publicada da jovem autora. Nela conhecemos Vitória, estudante de Animação e Produção Artística, e Guilherme, estudante de Gestão ambos no Instituto Politécnico de Bragança, Portugal.

Vitória está em seu último ano na faculdade, partilha um apartamento com suas amigas Bruna, Érica e Aurora, com as quais divide momentos felizes e tristes, além de Adriana que mora perto das garotas em sua mansão. Sua vida está divida entre estudos, saída com as amigas e fim de semana na casa dos pais até o dia que encontra Guilherme em uma festa, na Moda, a melhor discoteca de Bragança. Guilherme é um estudante transferido de Porto para Bragança, com olhos de lince. Não demora muito para que os dois passem a ser mais que amigos. Porém Guilherme é um jovem inconstante e indeciso, uma hora é carinhoso, atencioso, tem medo de perder sua amada e, em outra, desaparece sem dar notícias e depois de dias reaparece como se nada tivesse acontecido, o que deixa Vitória irritada e totalmente confusa. O que será da relação dos dois? Guilherme mudará sua forma de agir? Vitória vai aceitar uma relação assim? Ou essa relação será apenas um amor fugaz?

"Fomos Instantes" trata de um amor real, que poderia acontecer com qualquer um de nós, afinal a maioria de nós já se relacionou ou vai se relacionar com alguém que não tem certeza do que quer, que some sem dar qualquer explicação e que acha está tudo bem ser dessa forma, e sabe o quanto isso é angustiante. Trata de encontros e desencontros da vida, de amizades verdadeiras e de amor da família.
É um livro leve para se ler em um fim de semana chuvoso, de baixo das cobertas, com uma caneca de chocolate quente ao lado. 

O que me incomodou bastante foi o fato de que a autora poderia ter explorado mais muitos momentos, detalhado mais, tive a sensação durante todo o livro de que a maioria dos episódios passaram batido, um dos muitos exemplos foi a viagem que a personagem faz e que poderia ter sido muito mais interessante se fosse mais detalhada. Os momentos passam de um para o outro muito rápido, o que nos faz ficar um pouco perdidos algumas vezes. A relação entre Guilherme e Vitória poderia ter sido mais explorada também, além de outras relações dentro da história.

Entretanto, se você estiver a procura de um livro leve para passar o tempo, que gosta de conhecer novos lugares, de fácil entendimento, apesar de ser escrito em português de Portugal não oferece muita dificuldade, e que você se identifique este livro é para você.
 Fomos instantes, Guilherme. Fomos instantes de felicidade. Instantes inesquecíveis que juntos criamos e que ninguém pode roubar. Instantes de carinho, amor, amizade, mas também de tristeza, talvez pelas tuas incertezas, pelas tuas indecisões, apenas fomos instantes. Sempre fui tua, em todos os instantes que tivemos, eu fui tua por inteiro. Nos instantes em que me mostraste que eras meu e nos instantes que ficaste longe de mim, eu fui tua. Quando sabias e até mesmo quando não sabias o que querias eu fui tua...

0 comentários:

Postar um comentário


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro