RECEBA NOVIDADES

Envie seu e-mail


4 de mai de 2015

Resenha | O Sangue do Cordeiro

Hoje é dia de Livro 0💬

Livro O Sangue do Cordeiro
Autor (a) Sam Cabot
Editora Arqueiro
Páginas 368
Ano 2015
Classificação 5/5

"Este documento, querida amiga, vai abalar a Igreja."
Ao ler essas palavras em uma carta encontrada em um arquivo empoeirado, Thomas Kelly fica cético. O documento citado na correspondência está desaparecido, mas Thomas, padre da ordem dos jesuítas, duvida que exista algo com tal poder – até ser convocado ao Vaticano para iniciar uma busca desesperada por ele.
Enquanto isso, diante de um conselho formado por seus superiores, Livia Pietro recebe instruções claras: encontrar um padre jesuíta recém-chegado a Roma e juntar-se a ele na procura da Concordata, um tratado que contém um segredo tão chocante que poderá destruir para sempre todo o povo de Livia.
Enquanto pistas cifradas do passado lançam os dois em um universo traiçoeiro repleto de obras de arte, maquinações religiosas e conspirações, eles são caçados por pessoas capazes de tudo para achar o documento primeiro. Thomas e Livia, então, precisam correr para montar o quebra-cabeça capaz de redefinir os rumos da história e evitar o caos e a destruição que a revelação da Concordata poderá causar. Livia, porém, tem um segredo: ela e seu povo são vampiros.
●●●

Suspense, religião, cultura, rituais secretos, amores proibidos, ação... Se você é um leitor que preza esses ingredientes para uma leitura prazerosa e que admira o trabalho do aclamado autor Dan Brown, não poderá deixar de conhecer e se aventurar pela história de “O Sangue do Cordeiro”, de Sam Cabot, pseudônimo de Carlos Dews e S. J. Rozan.

Depois de livros que abordam sociedades e grupos secretos, como os Maçons e Illuminatis, chegou a vez de conhecermos a sociedade Noantri, a partir desse ponto, toda a noção existente em relação a vampiros deverá ser esquecida e/ou colocada de lado, pois visto em uma perspectiva diferente, os Noantri são pessoas com genes alterados, originaram-se através do aparecimento de um micróbio mutante no sangue de um pequeno grupo de humanos à séculos atrás, agem naturalmente como os seres humanos, se alimentam, tentam levar a vida naturalmente, se relacionam com os inalterados (mortais/seres humanos), possuem uma perspectiva de vida bem longa e sim, precisam de sangue, mas nada do estilo clichê “vampiresco”.

“Concordata: Convenção entre um país católico e a Santa Sé acerca de assuntos religiosos e/ou acordo entre o falido e os seus credores”

Em “O Sangue do Cordeiro” a Concordata é um documento/acordo assinado pelo Papa Martinho V e os Noantri, e a séculos a igreja tem vivido segundo os seus termos, o problema envolto em toda a estória começa quando esse acordo acaba sendo furtado em 1950 por Mario Damiani, poeta antipapista feroz, integrante do Risorgimento (levante do povo italiano contra a igreja no séc. XIX). Em busca da salvação da causa republicana do Séc. XIX e da liberdade para os Noantri, Mario promove uma verdadeira caça ao tesouro e que após séculos permanece viva e ainda indecifrável, mas por pouco tempo.

Conhecemos o jesuíta, padre, professor e historiador Thomas Kelly e um estudioso em documentos de Mario Damiani, graças a seu antigo tutor e amigo Lorenzo Cossa. Padre Thomas tem sua vida mudada totalmente da noite para o dia no momento em que se vê em busca da Concordata, até então desaparecida. Ao mesmo tempo, o mundo dos Noantri é abalado por uma ameaça e em busca do anonimato e da proteção desses seres, conhecemos a professora, historiadora e Noantri Lívia Pietro, que assim como Padre Thomas, parte também em busca do acordo entre Igreja e os Noantri.

Os caminhos de ambos acabam se cruzando, e juntos tentaram desvendar essa caça ao tesouro. Thomas e Lívia enfrentarão juntos desafios e perigos, contando com a ajuda de outros amigos Noantri, tentaram lidar com os obstáculos pelo caminho, para enfim, conseguirem recuperar a “perigosa” Concordata, está que se fosse revelada, provocaria o fim da Igreja e a possível extinção dos Noantri.

O relacionamento e interação dos personagens são muito bem elaborados, tanto Spencer, Anna, Jorge, Lorenzo, Jonah, os carabinieris e os gendarmes possuem suas características e singularidades papéis essenciais em toda trama. Sam Cabot promove uma incrível aventura por Trastevere, somos levados junto com seus personagens a diversos mistérios a serem resolvidos, perigos, perseguições e fatos inimagináveis, além de um conteúdo riquíssimo sobre a cultura e lugares em Roma!

Sarve Reggina, Madre de la sorgente
De nasscita e de morte, fragrante ojjo ner core
De le lanterne, tutto d’oro, potente
Drento. Ave all’anima, ar piede, a la terá
Charegge sordatti e ssuore, peregrini ner gente.


"O Sangue do Cordeiro" é um livro notável, com uma narrativa que remete ao estilo de Dan Brown e ao terror sobrenatural de Anne Rice, a escrita é fluida e detalhista. A fotografia/arte do livro está muito bem feita e suas páginas são amareladas, ponto positivo! Espetacular, recomendamos!

0 comentários:

Postar um comentário


Copyright © 2014 | 2016, Hoje é dia de Livro
Versão 2.1 | Hoje é dia de Livro